19 setembro 2006

Acção!

Ontem senti-me como se entrasse num anúncio televisivo. Nota importante: eu era mesmo a personagem principal. Mas não daquelas que ficam conhecidas por uma só deixa de um guião reduzido, como Ok Teleseguro, fala a Marta.. ou L'ORÉAL.. porque eu mereço. Não, eu fui uma personagem principal mesmo sem dizer nada. Aí é que está a beleza da coisa.

Pensei mesmo Então é assim que se sente aquela gente que ganha um cachet miserável para dar a conhecer ao mundo e às donas de casa um novo detergente da louça. Só que eu nem recebi cachet. Raios. Se soubesse, tinha-me prevenido com um contrato, redigido por mim e com muitas letrinhas pequenas. Tenho que fazer uma coisa dessas para levar sempre na carteira, onde quer que vá. Nunca se sabe quando teremos necessidade de assinar um contrato ilegal.

Acho que fui, nesta ocasião, influenciada pela pequena multidão que anda aí por Coimbra, a fazer alvoroço na Universidade, na Sé Velha e na Baixa, com câmaras, reflectores, carrinhas com roupas e a gritar Silêncio por favor, vamos começar.. Acção!
Parece que andam a filmar uma novela épica.. não me inscrevi para figurante, mas sinto uma compaixão desmedida pelos coitados que se dignaram a vestir uns trajes académicos do século passado, com collants, um vestido largo tipo saco de batatas e o belo do sapatinho de fivela (só escapa mesmo a capa comprida que vai tapando quase tudo), que passam o dia em pé, debaixo de um sol abrasador como só há nesta cidade abençoada, que também recebem um cachet miserável.. mas que ainda assim conseguem sorrir porque vão aparecer na televisão.

Ora bem.. passeava-me eu então nos corredores de um desses supermercados que todos nós conhecemos (se não há cachet, também não digo qual é), na demanda das comprinhas necessárias, quando me apercebo da musiqueta ritmada que serve de fundo a esta experiência encantadora. É uma melodia que desconheço, da qual já nem me lembro agora, mas que, mesmo assim, agradou ao ouvido. Agradou tanto ao ouvido, que o maroto fez passar a felicidade ao pescoço, aos braços, à cintura, às ancas e aos pés.. de modo que dali a nada já toda eu dançava ao som da musiqueta. Não pensava em grande coisa, somente em acompanhar o ritmo ao mesmo tempo que alcançava graciosamente uma lata de atum e me dirigia em seguida à prateleira dos cotonetes.. quando ouço a voz de uma senhora (daquelas dos anúncios No meu tempo não-sei-o-quê só custava tantos euros..) que tinha parado ao fundo do corredor e ficado a olhar para mim por cima do ombro, que sorriu e disse, com uma voz serena e pausada como se um qualquer realizador imaginário lhe tivesse dito para fazer dessa maneira: É por isso que eu cá venho.. também dou sempre um pézinho de dança..

Eu ri-me para ela, meio envergonhada mas mais que isso, divertida com a situação, e continuei o meu caminho. Podia jurar que naquele momento ouvia alguém dizer Corta! (ou no caso do brazuca que anda cá por Coimbra: Já cortou!) e fiquei a olhar em volta, à espera que alguém me viesse dar os parabéns pelo excelente desempenho, oferecer uma garrafinha de água, retocar a maquilhagem para o caso de ter que repetir a cena, pedir um autógrafo, oferecer-me outro trabalhito do género.. mas nada. Nunca ninguém senão aquela senhora tomaria alguma vez conhecimento do papel de relevo no mundo da televisão e no suspiro de alívio que eu fui dar ao departamento publicitário daquele supermercado em questão. Quando cheguei à caixa, ainda pensei que me fizessem um descontinho, mas nem isso, vejam lá. Ingratos!! Nunca mais lá volto.

7 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Eu pelo sim pelo não começava a fazer umas buscas na net... é que os filmes das câmaras de segurança acabam sempre por lá ir parar. Da próxima tenta fazer a dança em cima da banca da fruta, ou das paletes do leite. Vais ver que te dão logo um "desconto"...

CP disse...

Bem que podias reproduzir a dança num video(zito) para o pessoal! :D

Aragana disse...

Adorei ler o texto!

Dava um excelente slogan de TV.. e nunca se sabe se algum dia não o vais ver!

;)

Nunovsky disse...

Muito engraçada a forma como descreves. Também gostei de ler.

Eu também não voltava lá mais!

disse...

As vezes também faço essas figuras , mas ninguém repara !
lolo deve ter sido giro !

Sanfona Lusitana disse...

Se, de repente, deres contigo na tv, vinga-te forte e feio processando os gajos. Só por terem sido tão sovinas que nem a lata de atum te pagaram!!!

Andorinha disse...

LOL
És uma pedra miúda, e escreves meeesmo muito bem! Tou cheia de "inbejinha"!;)
Pézinho de dança tb eu dou no super, abano o rabiosque e quem quiser q não olhe! Se eu tou a curtir a musica, ora bolas! :)))
Beijoquinhas